Notícia

Cartão de crédito cobra o maior juro em 14 anos

Data: 11/12/2014

Fonte: Jornal Metro – Curitiba, 11 de dezembro de 2014.

Impacto da Selic. Taxa anual subiu de 241,61% para 246,08% entre outubro e novembro, segundo levantamento da Anefac. A taxa de juros do cartão de crédito atingiu o maior nível em mais de 14 anos, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças). Os juros médios chegaram a 10,90% ao mês (ou 246,08% ao ano) em novembro, o patamar mais elevado desde janeiro de 2000. Em outubro, a taxa foi de 10,78% ao mês (241,61% ao ano). Segundo o diretor executivo da entidade, Miguel Ribeiro de Oliveira, a alta pode ser atribuída á elevação da taxa básica de juros, a Selic, promovida pelo Banco Central no fim de outubro, além das expectativas de novos aumentos. O cenário de inflação mais elevada e juros maiores, que reduz a renda das famílias, também estão puxando o encarecimento do crédito, “Além disso, o baixo crescimento econômico, que contribuiu para o aumento dos índices de desemprego, e as expectativas negativas para 2015 levam as instituições financeiras a aumentarem suas taxas de juros para compensar prováveis perdas com a elevação da inadimplência”, diz Oliveira. Os juros no cheque especial também subiram e renovaram o maior valor em quase 11 anos. A taxa em novembro foi de 8,56% ao mês (ou 167,94% ao ano). Em outubro a taxa havia sido de 8,50% ao mês (ou 166,17% ao ano). O juro médio ao consumidor cobrado nas operações de crédito passou de 6,08% ao mês em outubro (ou 103,05% ao ano) para 6,14 ao mês (ou 104,43% ao ano) em novembro. É a maior taxa desde junho de 2012. Todas as seis linhas de crédito pesquisadas registraram alta em novembro.